Conversas dos Caminhos Visíveis e Invisíveis

Enquadrada na exposição “Qualquer Caminho Leva a Toda a Parte” de Goulart

“AmbitoMaior”, Goulart, 2019
Oil on canvas, 80×120 cm

12 Setembro 18:30 – Lisboa Pessoa Hotel

quatro singularidades e uma exposição

Inscrições (lugares limitados)
Lisboa Pessoa Hotel
Rua da Oliveira ao Carmo 8

LAMENTO DOS PÁSSAROS
Alexandre Vieira
Amante de música e blogger

CAMINHOS E CAMINHAR
António Marrachinho
Caminheiro, jurista e declamador

DE OCIDENTE A ORIENTE: DE SANTIAGO AO JAPÃO
Eduardo Pinheiro
Peregrino e escritor

ARTE E CAMINHOS ESPIRITUAIS
Luís Vieira-Baptista
Pintor

O PROJECTO LISBOA PESSOA HOTEL
Fabrizio Boscaglia
Professor e Investigador

Anfitrião/Moderador
Goulart (Luiz Bettencourt Moniz)

as playlists por Alexandre Vieira:
Bird´s Lament      A outra lista

sistema audio com o apoio do Audio Analógico Portugal

Alexandre Vieira

Nasceu em Lisboa a 16 de fevereiro de 1970. Poucas memórias tem da revolução dos “Pás”, mas sabe que esteve na Fonte Luminosa no 1.º de Maio de 1975. Durante a primária foi sempre o menino gordo da Sra. Professora D. Maria do Céu, a quem ainda hoje agradece a dedicação que lhe dispensou. Sem grandes percalços académicos e sem brilhantismo algum concluiu o curso de Direito. É Advogado, profissão que considera ser a mais romântica exercitação  profissional que a um homem pode caber. Após lhe ser diagnosticado um síndrome vertiginoso começou a escrever e escreveu até lhe ser publicado um conto no livro “A República Nunca Existiu” – após que perdeu o interesse pela escrita pois tornou-se público que escrevia e esta não tinha qualquer interesse público.

Desde sempre se considera como um discípulo menor de António Sérgio, mas é e sempre foi amante dos Sons da Frente. Tem um blogue “As Preces do Vigário” gosta do Audio Vintage participando e organizando alguns eventos específicos e vai comprando e escutando muita música.

António Marrachinho

Advogado em Lisboa, onde nasceu e reside.
Membro Profissional da Associação Portuguesa de Avaliação de Impactes, APAI
Formação complementar em Direito da Energia, do Ambiente, dos Valores Mobiliários, da Regulação das Atividades Económicas e do Património Cultural, mas também em gestão (MBA Empresarial) e em filosofia – cursos livres de comentário de Autores da Filosofia Portuguesa; Filosofia da Natureza e da Paisagem; Ética, Direito e Pensamento Político, na componente de filosofia.

Tempos livres dedicados à fruição e dinamização cultural: grupos de leitura, poesia declamada e encenada, organização de eventos, ciclos temáticos e projetos culturais de intervenção social

Voluntário nas áreas do ensino, da cultura e da intervenção social, vg Junior Achievment e EntrAjuda

Caminheiro, membro de grupos e organizador de Caminhadas

Dirigente cooperativo e associativo

Eduardo Pinheiro

Acrescento valor com o meu background em empreendedorismo, direcção de grandes empresas, experiência internacional, gestão de equipas, formação em áreas organizacionais e uma paixão pelo marketing, comunicação e comportamento das pessoas.
Aposto na minha formação contínua e tenho uma curiosidade inesgotável. Gosto de correr e de viagens. Sou um apaixonado das artes em geral. Desenho, pinto e também escrevo. Tento pôr tudo o que sou naquilo que faço.

Faço  Consultoria de Gestão com princípio, meio e fim.

—Acredito que antes de falar é preciso saber escutar
—Acredito que a empatia é a chave para chegar a resultados
—Acredito no trabalho árduo de recolha de informação antes de agir
—Acredito que a simplificação é fundamental
—Acredito no design como diferenciador
—Acredito que é preciso ter muitas ideias para se chegar às que vão resultar
—Acredito que os caminhos não precisam ser rígidos e inflexíveis
—Acredito que a intenção nos permite fazer grandes viagens.

Licenciado em Estatística e Gestão de Informação (ISEGI /UNL)
Pós-graduado em Comportamento Organizacional (Parte curricular do Mestrad) (ISPA)
Certificação Internacional em Coaching (WeCreate)
Formação em Counseling Gestalt (SLEPG)

PERCURSO PROFISSIONAL (mais relevante):

Sócio-fundador da FACTOR LIVRE (desde 2010)
Sócio-fundador da HIDROSOPH (2008)
Director de Marketing e Comunicaçáo da Pararede (hoje Glintt entre 2004 e 2008)
Director de Marketing da Oracle (Portugal entre 1998 e 2004)
Director de Product Sales e Pre Sales da Oracle (Portugal entre 1996 e 1998)
Director de Consultoria Técnica da Software AG (Portugal entre 1994 e 1996)

Caminhadas e Peregrinações:

Trekking: Annapurnas – ronda do anapurna, Andes – inca trail, Alpes – Monte Branco

Peregrinações: Caminho Francês (1993, 1999, 2011), Português (2012, 2015), Inglês (2018), Primitivo (2019 ), Fátima (2014, 2019) e Kumano Kodo (2014, 2018)

Luís Vieira-Baptista

Começou a pintar ainda muito jovem, seguindo assim uma vocação revelada precocemente. A sua formação artística seguiu paralelamente às viagens de navio que fez durante o compromisso de sete anos em que trabalhou na Marinha Mercante. Frequentou, de seguida,  o curso de Desenho com Modelo Vivo na Sociedade Nacional de Belas Artes.

Mas foi precisamente quando ainda se encontrava embarcado que realizou a primeira exposição individual, na Galeria de Arte do Casino Estoril, em 1975. Daí para cá as mostras multiplicaram-se, sobretudo a partir de meados dos anos de 1980 quando foi viver para Zurique, na Suíça.

Ao regressar a Portugal, na década seguinte, traz com ele um conceito estético inovador na História da Arte: o Visionismo. Para o apresentar ao público português, organizou uma exposição de pintura e escultura no Convento do Beato em Lisboa com mais dois colegas, local onde foi revelado um “Manifesto Visionista” pela historiadora e crítica de Arte Chaké Matossian. Dali seguiram para Nova Iorque e Caracas, continuando a divulgação deste movimento.

Dois anos depois abre atelier em Oeiras com outros três artistas e é com eles que é criado o Grupo Artitude, vocacionado para exposições na forma de grandes instalações temáticas em edifícios históricos e institucionais: Castelo de Leiria, 1994; Mãe d’Água das Amoreiras,1995;  Museu de História Natural, 1996, etc.. É neste ano que executa uma enorme pintura sacra na igreja de S. Pedro, em Pero Pinheiro, em parceria com os seus colegas.

Em 2000 é lançado pela Hugin Editores, em Lisboa,  o livro/álbum monográfico Vieira-Baptista: Visionismo ou as sincronias do acaso”. No ano seguinte ilustra dois livros para a editora Mensagem: “Navegamos”, de Casimiro Barreto e “Dryzil e a Salvação do Planeta Azul”, de Helena Jobim, com prefácio do Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles.

Já a trabalhar sozinho, em 2003, concebe, cria e edifica o monumento escultórico/fonte luminosa cinética “À porta do Mar: Nave Visionista”, junto à Av. Marginal e à praia de Sto. Amaro, em Oeiras. A Câmara local condecorou-o com a Medalha de Mérito, Grau Ouro, pela obra.

Em 2018,  a Fundação Marquês de Pombal resolve baptizar o Salão Nobre com o nome de “Luís Vieira-Baptista”, convidando-o a ter aí peças da sua autoria em permanência e expostas ao público.

Em 2019 Faz parte do livro “250 personalidades de Oeiras” como munícipe activo pela sua contribuição em prol da cultura, por via das esculturas e pinturas da sua autoria que constam no concelho.

Em Setembro de 2019 terá a honra de representar Portugal numa exposição individual em Moscovo, comemorando os 240 anos do tratado de amizade lavrado entre D. Maria I e Catarina II.

Está representado em inúmeras coleções de Arte, públicas e privadas, nacionais e estrangeiras:

    • Ministério da Cultura, França
    • Câmara Municipal de Zurique, Suíça
    • Câmaras Municipais de Amadora, Cascais, Lisboa, Oeiras e Sintra
    • Museu do Mar, Cascais
    • Museu da Água, Lisboa
    • Fundação Millennium BCP
    • Banco Best Fundação Marquês de Pombal
    • Teatro Micaelense, Açores
    • Biblioteca do Instituto Superior Economia e Gestão
    • Fundação Champalimaud
    • Sociedade Estoril Sol
    • Principado do Mónaco

Fabrizio Boscaglia

Fabrizio Boscaglia (Turim, 1981) é um investigador italiano ativo em Portugal e a nível internacional, que se dedica principalmente ao estudo do Islão e da Cultura Islâmica na Literatura e no Pensamento Portugueses Contemporâneos. Doutor em Filosofia pela Universidade de Lisboa, com a dissertação intitulada “A presença árabe-islâmica em Fernando Pessoa” (2015), possui um Mestrado em Psicologia pela Universidade de Turim (2007). É membro colaborador do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa (CFUL) e docente no Mestrado em Ciência das Religiões da Universidade Lusófona (ULHT).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s